Yearly Archives: 2012

Home / 2012

Confraternização do Bloco!

.
Chegou o mês 12 e com ele as confraternizações. Tanto de empresas, quanto… do Bloco!
.
Neste sábado (15), os integrantes do Grupo Maracatu Bloco de Pedra irão confraternizar e o cenário não poderia ser outro: Atibaia!
.
Portanto, as atividades do Projeto Calo na Mão não acontecerão neste sábado. Mas, no sábado seguinte, dia 22, estaremos todos fantasiados para o último baque do ano na quadra do Alves.
.
Confirme sua presença no Baque à Fantasia no Facebook e venha tocar maracatu na Oficina Aberta do Projeto!
.
Lembrando… a confraternização do Bloco em Atibaia será realizada somente para integrantes.
.
Axé!
.
Gustavo Nunes
gustavobnunes@gmail.com

Olinda e Igarassu em SP!

.
Neste sábado, dia 08.12, é aniversário das duas nações de maracatu mais antigas do Brasil: a Nação Estrela Brilhante de Igarassu (1824) e Maracatu Leão Coroado (1863).
.
Pensando nisso, a Oficina Aberta do Projeto Calo na Mão (foto Rogério Sant’Ana) neste dia, será inteiramente realizada com os baques dessas nações, que são responsáveis por manter a tradição e a resistência dessa cultura tão difícil de se manter viva e que nos mantém atados com as raízes e origens do maracatu de baque virado.
.
O maracatu de Olinda e Igarassu estarão na quadra do Alves Cruz sendo representados pelos integrantes do Projeto, pelas pessoas que frequentam nossa casa, pelos amigos de outros grupos e com o pessoal do Mucambos de Raíz Nagô.
.
Nação Estrela Brilhante de Igarassu
O Maracatu Estrela Brilhante (foto Patrimônios Vivos de Pernambuco, Maria Alice Amorim, pág. 110) é o mais antigo em atividade no estado de Pernambuco. Desde 1824 vem cultivando e perpetuando suas tradições. Atualmente é comandado pela matriarca Dona Olga. Em 2009 recebeu o título de Patrimônio Vivo de PE.
.
.
Maracatu Leão Coroado
Um dos poucos grupos que mantêm vivas a tradição e a religiosidade do maracatu de baque virado no estado de Pernambuco, o Nação Leão Coroado (foto Patrimônios Vivos de Pernambuco, Maria Alice Amorim, pág. 41) considera como data oficial de sua criação o dia 8 de dezembro de 1863, que figura no seu estandarte, embora haja a hipótese que ele já existisse em 1852.
.
.
Serviço
Projeto Calo na Mão
E. E. Profº Antonio Alves Cruz | Rua Alves Guimarães, 1.511 | Sumaré | São Paulo
Oficina Aberta das 15h às 17h
Gratuito
.
Gustavo Nunes
gustavobnunes@gmail.com

Matrículas abertas para 2013 na E.E. Profº Antº Alves Cruz

.
Ainda dá tempo para fazer a matrícula na Alves Cruz, escola estadual que já funciona com o novo modelo de Ensino Médio em tempo integral, previsto entre as principais iniciativas do programa Educação — Compromisso de São Paulo.
.
No novo modelo, a jornada foi ampliada de seis para nove horas e meia, incluindo três refeições diárias. A estrutura conta com salas temáticas de português, história, arte e geografia, salas de leitura e informática e laboratórios de biologia, química, física e matemática., além de recursos audiovisuais como as lousas interativas.
.
Os alunos tem orientação de estudos e auxílio na elaboração de um projeto de vida, que consiste em um plano para o seu futuro. Além das disciplinas obrigatórias, eles contam com disciplinas eletivas, de acordo com a área de interesse. O intuito é contribuir para que o aluno esteja apto tanto para a continuação dos estudos após o Ensino Médio, quanto para o mundo do trabalho. (Fonte: Secretaria da Educação do Estado de São Paulo)
.
Alves Cruz
No caso da Escola Estadual Profº. Antonio Alves Cruz, que já funciona com o perfil de tempo integral, as matrículas estão abertas e se encerrarão dia 21 de dezembro próximo. Então, corra para garantir sua vaga para o ano letivo de 2013!
A escola também conta com atividades complementares como cursos de Violão Popular, Cultura e Língua Japonesa, Manutenção de Instrumentos (tambores), Introdução ao Maracatu, Oficina Aberta de Maracatu e workshop de História do Maracatu e Construção de Alfaias,  que estão a todo vapor!
 
Todas as atividades são gratuitas!
.
Serviço
Matrículas para o Ensino Médio em tempo integral
Escola Estadual Profº. Antonio Alves Cruz | Rua Alves Guimarães, 1.511 | Sumaré | SP
De Seg a Sex, das 8h às 16h, até 21.12.12 | Tel.: 11 3862.0618
.
Gustavo Nunes
gustavobnunes@gmail.com

Partida REC > Chegada CGH

.
O Recife vai invadir o Espaço Urucum neste sábado (24), com a festa Hellcife!
.
A cultura pernambucana vai ser representada pela banda Mangue B, que faz seu show de estreia do projeto tributo a Chico Science e pelo Grupo Maracatu Bloco de Pedra, que traz uma formação contemporânea frente à tradição secular do maracatu de baque virado, representado por meio da percussão, da dança e do canto, com todo o vigor da cultura popular brasileira.
.
O Mangue B vai fazer um show regado à músicas do álbum ‘Da Lama ao Caos’ e algumas do ‘Afrociberdelia’, que foram os dois mais importantes trabalhos da época em que Chico Science integrava o projeto junto à Nação Zumbi. O Mangue B é formado por Bruno Ferrari (vocal), Zanga Reis (guitarra), Felipe Pires (guitarra), Rodrigo Figurinha (baixo), Gabriel de Toledo (bateria), Franklin Santos (alfaia) e Rafael Fazzion (percussão).
.
Já o Bloco de Pedra vai se apresentar com um repertório de toadas próprias e de nações de maracatu de baque virado do estado do Pernambuco como Nação Estrela Brilhante de Igarassu, Nação do Maracatu Porto Rico, Nação Estrela Brilhante de Recife, entre outras.
.
E a discotecagem da noite será comandada pelo DJ Punk Rô, não deixando ninguém ficar parado!
.
Serviço
Espaço Urucum | Rua Cardeal Arcoverde, 1598 | Vila Madalena | espaçourucum.com | 11 2309.7409
Quando: 24.11.12
Horário: 22h (abertura da casa)
Quanto: ♂ R$ 15 após a 1h R$ 20 ou R$ 50 consome
…………….♀ R$ 12 após a 1h E$ 15 ou R$ 40 consome
.
Gustavo Nunes
gustavobnunes@gmail.com

O mérito de Raquel Trindade

Da esquerda para a direita: Dilma Rousseff, José Sarney, Marta Suplicy e Raquel Trindade.
.
O Projeto Calo na Mão e o Grupo Maracatu Bloco de Pedra, parabenizam a pesquisadora, folclorista e artista plástica, Raquel Trindade, que foi homenageada pela Ordem do Mérito Cultural no Palácio do Planalto, em Brasília, na segunda-feira (5/11).
.
No Dia Nacional da Cultura, a presidente Dilma Rousseff e a ministra da Cultura, Marta Suplicy, condecoraram artistas que contribuíram para a formação cultural do povo brasileiro. No total, 41 personalidades receberam as insígnias da 18ª Ordem do Mérito Cultural.
.
Filha mais velha do grande poeta negro, Solano Trindade, Raquel é conhecedora da história e cultura afro-brasileira e uma das maiores memórias vivas no Brasil.
.
18ª Ordem do Mérito Cultural
.
Nessa edição, o nome escolhido para ser reverenciado foi Luiz Gonzaga, no ano de comemoração do centenário de nascimento do “Rei do Baião”.
Uma das homenagens mais importantes do País, a Ordem do Mérito Cultural recebe indicações feitas pela população através de um formulário online ou pelos correios. Os nomes sugeridos são entregues a uma comissão composta por gestores das secretarias do Ministério da Cultura e por presidentes de diversas entidades vinculadas ao órgão. (Fonte: www.embu.sp.gov.br)
.
Raquel Trindade
.
Raquel Trindade de Souza, nasceu em 10 de agosto de 1936 em Recife, Pernambuco. Foi criada e registrada no Rio de Janeiro e mora em Embu das Artes/SP desde 1961. Filha de Maria Margarida da Trindade (terapeuta ocupacional) e Francisco Solano Trindade (poeta, pintor e militante do movimento negro). Antes de se dedicar as Artes Plásticas viajou por toda Europa como bailarina de danças folclóricas no grupo de seu pai, o Teatro Popular Brasileiro. Raquel é autodidata com exceção da gravura que estudou na Fundação Calouste Gulbenkian.
(Fonte: www.facebook.com/raqueltrindade.desouza)
.
Agradecemos à Raquel Trindade por tudo o que ela fez e por tudo que continua fazendo pela cultura popular, desenvolvendo e representando o papel de uma brasileira que acredita nas raízes culturais de nosso país.
.
Bloco de Pedra e Raquel Trindade
.
Em julho do ano passado tivemos o prazer de levar o Bloco de Pedra a Embu das Artes para participar do Festival Solano Trindade, organizado pela turma do Teatro Popular Solano Trindade – TPST. Brincamos maracatu com Raquel, que nos acompanhou durante todo o cortejo no município. E como amanhã é Dia Nacional da Consciência Negra, terça (20), fica aqui a nossa homenagem à essa grande mulher que é Raquel Trindade, a Kambinda!
.
Gustavo Nunes
gustavobnunes@gmail.com

Bloco vai à Vila Nhocuné

.
Composta de shows musicais, oficinas culturais, ações de educação ambiental e saúde, a 1ª Feira Cultural de Vila Nhocuné vai receber o Grupo Maracatu Bloco de Pedra para uma apresentação neste domingo (18), numa praça, na rua, lugar bem apropriado para tocar maracatu!
.
Essa apresentação simboliza a data comemorativa de 20 de novembro, Dia Nacional da Consciência Negra, dedicada à reflexão sobre a inserção do negro na sociedade brasileira. A data foi escolhida por coincidir com o dia da morte de Zumbi dos Palmares. O Dia da Consciência Negra procura ser uma data para se lembrar a resistência do negro à escravidão, desde o primeiro transporte de africanos para o solo brasileiro.
.
O evento, que vai das 13h às 19h, contará também, com a presença da Escola de Samba Flor da Vila Dalila, do grupo de ballet da Professora Paula, Grupo Oncalo, Grupo Zamba Rap Club, Quarteto Saxofanando, de uma roda de capoeira e das bandas Zé Portuga & Velha Guarda, Baratas Suicidas e Nhocuné Soul, que encerrará a Feira com músicas do novo álbum “Banzo”. A Nhocuné Soul está na estrada desde 1998 e é formada por Renato Gama, Jhonny Guima, Luiz Couto, Juninho Batucada, Ronaldo Gama e Júlio Cezar, a banda possui influências do samba, rock, funk, Rap e até mesmo das milongas portenhas do tango. Ou seja, o som é classudo!
.
.
Entre todas essas atrações, a Feira traz também oficinas gratuitas de artesanato, artes plásticas/reciclagem, contação de histórias, construção de brinquedos, criação literária, educação ambiental, educação em saúde, teatro de fantoches e xilogravura.
.
Serviço
1ª Feira Cultural de Vila Nhocuné
Onde: Praça Pedro Conde entre as ruas Silva Lisboa e São Vitório | Vila Nhocuné | São Paulo. Veja o mapa.
Quando: Domingo | 18.11.12
Horário: das 13h às 19h
Quanto: Grátis
.
Gustavo Nunes
gustavobnunes@gmail.com

Pausa para o ‘EncontroS’

Devido ao evento EncontroS – Maracatu de Baque Virado 2012, que vai acontecer nos dias 2, 3 e 4 de novembro, não haverá atividade no Projeto Calo na Mão (foto – Gledson Lima) neste sábado (3).
.
O Grupo Maracatu Bloco de Pedra, formado por integrantes do projeto, vai fazer uma apresentação no evento neste dia. Portanto, as oficinas abertas de maracatu que ocorrem no Alves Cruz só retornam no dia 10/11.
.
E pra você que ficou interessado no EncontroS, clique aqui e veja o programão que vai acontecer neste feriado!
.
Axé, boa batucada a todos que irão e muito respeito com o maracatu de baque virado!
.
♪”Sou Maracatu, não caminho só, minha história em canto e brinco no tambor maior.”♫
.
Gustavo Nunes
gustavobnunes@gmail.com

Nota sobre o EncontroS

Amigos do Projeto Calo na Mão e do Bloco de Pedra:
.
Segue abaixo uma nota do Guga, esclarecendo os mal entendidos sobre a ida do Bloco ao EncontroS.
.
Peço, em nome de todo o grupo, a compreensão de todos que frequentam e que vão ao Projeto Calo na Mão aos sábados, mas neste 03/11, não teremos atividades no Alves Cruz.
.
Desculpem o transtorno e qualquer dúvida estamos à disposição.
.
Axé e obrigado!
.
“Olá a todos, tudo bem?
.
Mediante ao retratamento posto a pouco pela organização do EncontroS, onde foi esclarecido o mal entendido da organização para com os combinados iniciais com o nosso grupo, reconsideramos nossa posição e confirmamos a participação do Bloco de Pedra na programação do evento.
.
Peço a compreensão de todos pelo inconveniência que toda situação possa ter gerado. De fato, nada temos a ver com isso. Agora, vamos pensar para frente e deixar qualquer mal estar para trás. Acredito que a presença do Bloco de Pedra no EncontroS é importante de forma equânime, tanto para nós, como para o evento e seus participantes.
.
Portanto, vamos de coração aberto, experienciar dias de maracatu com brincantes assim como nós. E sábado, com o grupo inteiro, faremos nosso baque com toda nossa humildade e vigor. Força, firmeza, fraternidade, união… vamo que vamo Bloco de Pedra.
.
bjs e abs,
Guga Silviano”
.
Gustavo Nunes
gustavobnunes@gmail.com

Nota de falecimento – Professor Ary de Rezende

Na manhã deste domingo, 28 de outubro de 2012, faleceu em São Paulo no Instituto do Coração – Incor, aos 72 anos, o Professor Ary de Rezende.

.

Ex-diretor da E.E. Professor Antônio Alves Cruz, para a qual contribuiu como educador até o fim de seus dias, atual presidente da Associação Fênix para o Desenvolvimento da Educação e Cultura e conselheiro do Museu Afro Brasil, Ary dedicou sua vida para o desenvolvimento de uma educação pública justa, construída por toda a comunidade escolar.

.

O velório será no cemitério do Araçá das 20h  às 00h.

.

Breve histórico

.

Ary de Rezende nasceu em 1940 na cidade de Piquete no Vale do Paraíba, mas passou quase toda sua infância e parte da juventude em Lorena, interior de São Paulo. Terceiro filho de cinco irmãos teve inda criança seu destino traçado: por conta de um problema em uma das pernas não poderia realizar trabalhos pesados. Foi então condenado à educação.

.

Cursou as séries iniciais em uma escola rural, o ginásio e parte do ensino médio em Lorena, aos 14 anos dava aulas para os amigos de escola. Em 1960, já na capital paulista, foi admitido pela escola de aplicação da Universidade de São Paulo – USP, onde cursou o terceiro ano do ensino médio. Também na USP fez graduação em Biologia. Em 1965 foi convidado para dar aulas de biologia na Escola Estadual Professor Antônio Alves Cruz, ainda no prédio anexo à escola Godofredo Furtado.

.

No mesmo período casou-se com Dona Imaculada, companheira de toda a vida com quem teve dois filhos: Adriana e Marco Aurélio.

.

Em 1966 tornou-se diretor assistente e em 1967 assumiu a direção da Alves Cruz.

.

Era um homem negro num país racista; diretor de uma escola pública durante uma ditadura militar.

.

No mesmo ano a escola foi transferida para o que seria sua sede oficial, um prédio na Rua Capote Valente. No entanto, apenas dois anos depois, em 1969, a prefeitura anunciou a construção da Av. Sumaré e solicitou a demolição do prédio.

.

“… Eu fui falar com o Faria Lima, ele disse que poderia me dar uma nova escola, mas que não tinha o terreno…”

.

Nos anos que se seguiram, apoiado por alunos e pais de alunos, enfrentou o governo municipal e só permitiu a desapropriação do prédio com o compromisso de construção de uma nova sede para a escola.

.

 “… eu procurei Seu Dávio, um pai de aluno que era tesoureiro da APM e trabalhava no INSS, eu sabia que o INSS tinha muitos terrenos. Nossa solicitação foi prontamente atendida, recebemos uma lista e eu fui direto naquele terreno.”

.

 O novo prédio ficou pronto em 90 dias, em novembro de 1971.

.

“… Era uma barroca coberta por mato, não tinha sequer uma árvore… não tem uma só árvore ali que eu não tenha plantado, disso eu me orgulho!”

.

Ary dirigiu a escola até 1976 quando foi convidado para integrar uma comissão da secretaria de educação, após 11 anos passou a direção da escola para a Professora Maria Ivone.

No mesmo ano deixou a carreira pública atendendo a um convite para coordenar a operação de uma empresa brasileira na África. Trabalhou na Nigéria e na Líbia por cerca de quatro anos.

Nos anos seguintes, de volta ao Brasil, trabalhou na iniciativa privada e posteriormente no departamento de merenda escolar da prefeitura de São Paulo.

.

Em 2000 foi convidado por seus ex-alunos da Alves Cruz para participar de uma festa em homenagem aos ex-professores e recebeu a notícia de que novamente a escola estava ameaçada de fechamento.

.

“Teve aquele jantar na Vila Madalena e os alunos estavam preocupados porque a escola estava para fechar, ai eu disse: De novo!”

.

De 2000 a 2012, em parceria com seus ex-alunos Ary integrou e dirigiu o Projeto Fênix, iniciativa que contribuiu para que a Alves Cruz não fechasse as portas, retomando de forma vigorosa sua qualidade como instituição educacional, com participação da sociedade civil e de toda a comunidade escolar, como nos tempos em que dirigia a escola. Nos últimos anos de sua vida também foi conselheiro do Museu Afro Brasil.

.

Ary de Rezende foi um homem honrado, que encheu de orgulho e alegria todos que o cercaram. Homem de muitos feitos deixou para o Brasil e para a educação brasileira uma escola erguida sob a convicção de que a educação de nossos filhos deve ser partilhada e construída por todos nós.

.

Para os que o conheceram deixou um sorriso gigantesco, de esperança, luta e profunda alegria, que ficará impresso para sempre em nossas lembranças.

.

Ary, obrigado por tudo, e sorte em sua nova jornada.

.

Arrastão do Projeto

.
Olá amigos do Projeto Calo na Mão, tudo bem?
.
No próximo sábado (6), a Escola Estadual Professor Antônio Alves Cruz, estará fechada para os preparativos das eleições deste ano, por ser um colégio eleitoral.
.
E as atividades do Projeto como a Oficina Aberta, o Curso de Introdução ao Maracatu e as oficinas de manutenção de alfaias (que ocorrem na parte da manhã), estarão suspensas nesta data.
.
Mas, pra compensar tudo isso, faremos um arrastão pelas ruas da Vila Madalena, partindo do Alves Cruz às 15h e retornando às 17h. O percurso ainda não está definido, mas será nos moldes dos demais que já fizemos em outras ocasiões.
.
Não será necessário o uso do figurino do Grupo Maracatu Bloco de Pedra, por se tratar de um arrastão do Projeto Calo na Mão (foto – Andreza Pinheiro). Mas quem quiser ir com a camiseta do Projeto ou do Bloco, fique à vontade. Os instrumento serão disponibilizados da mesma maneira que nas Oficinas e o revezamento deles é necessário para todos se divertirem. Será uma espécie de Oficina Aberta, só que na rua.
.
Tocaremos toadas próprias e das nações de maracatu do Recife. Serão duas horas de arrastão, com muito Pernambuco na rua!
.
Essa semana o Guga Silviano voltará de viagem e o arrastão será um “boas vindas”. Já que setembro foi um mês “apitado” por Murilo Ortiz e Marcio Lozano, tanto no Projeto, quanto no Bloco. E que representaram muito bem!
.
Uma ótima semana a todos e até sábado!
.
“O mundo é largo e dá pra todos vadiar…”
.
Gustavo Nunes
gustavobnunes@gmail.com

About Guardian

All the Lorem Ipsum generators on the Internet tend to repeat predefined an chunks as necessary, making this the first true generator on the Internet. All the Lorem Ipsum generators on the Internet tend to repeat predefined Lorem Ipsum as their default model text, and a search for web sites.