Monthly Archives: fevereiro 2009

Home / 2009 / fevereiro

De volta

Olá Bloco de Pedra, tudo bem?

Após algumas semanas de férias, merecidas e muito bem desfrutadas, volto as atividades neste final de semana. Gostaria de agradecer a todos que estiveram presentes ajudando na organização das nossas atividades, principalmente ao Marcio, que corajosamente, enfrentou esse batalhão percussivo durante todas essas semanas. Agradeço também a equipe Org, que hoje se faz fundamental para a organização das atividades.

Noticias – O Maracatu Nação Porto Rico acaba de ganhar a disputa do Carnaval de Recife, depois de uma apresentação cheia de emoções e uma rivalidade acirrada com o Estrela Brilhante de Recife, levou a taça mais uma vez. Parabéns ao Porto Rico e a todos seus integrantes.

bjs e abs,
Guga

Não teremos atividades neste sábado

Olá, neste sábado dia 21/02 não teremos nenhuma oficina no Alves Cruz, nossas atividades retornam no sábado seguinte dia 28/02, com a oficina aberta a partir das 15hrs. Muitas pessoas reclamaram dizendo que era justamente no Carnaval que deveríamos ter atividades, eu concordo! Por isso acho que este ano devemos trabalhar para que em 2010 possamos por o bloco na rua!

Para quem não vai viajar ficam duas dicas de Carnaval em São Paulo:

dia 20/02 sexta feira o Ilú Obá de Mim, bloco com uma bateria formada só por mulheres, vai sair do Viaduto Major Quedinho no centro da cidade, a concentração é as 19:30. Para saber mais sobre o trabalho do Ilú Obá de Mim acesse o www.iluobademin.com.br

dia 23/02 segunda de Carnaval, vai rolar o Maracaduros, uma batucada de Maracatu organizada pelo grupo Baque Bolado que acontece ha dez anos na Vila Madalena. O nome é uma brincadeira, o Maracatu de quem não foi viajar porque esta duro! A concentração será no cruzamento das ruas Wizard e Mourato Coelho as 20h na Vila Madalena, quem vai pra tocar deve levar seu instrumento, homens devem ir vestidos de mulher e as mulheres como quiserem. Mais informações e contato com o Baque Bolado acesse o www.baquebolado.com

Bom Carnaval para todo e todas!

A violência ainda não acabou!

Pois é, a violência no Coco de Umbigada de Guadalupe ainda não acabou! No dia 22 de janeiro publicamos por aqui um post sobre os problemas que o Coco de Umbigada tem enfrentado (veja o post anterior ) e no ultimo fim de semana aconteceu novamente:

Policia continua perseguindo a Cultura Popular no nosso país

” Olá a todos, que bom vê que ainda existe muita resistência do nosso povo !!!
Principalmente o da cultura popular, que diante de opressões, repressões
e preconceitos se mostram vivos e com muita força dentro dos movimentos comunitários”.
No ultimo sábado, dia 07 de Fevereiro, dia que acontece a tradicional Sambada de Coco, promovida por Beth de Oxum, há mais de 10 anos na comunidade, em Olinda, a cidade que  recebeu o título da 1a Capital Brasileira da Cultura, um triste episódio ocorreu.
Por volta das 22 horas se apresentavam o Grupo Cultural Coco de Umbigadinha, que estavam  tocando em comemoração ao Premio Ludicidade, premio promovido pelo Minc, que premiou  200 iniciativas no país que atuam com propostas sócio-cultural-artístico-educacionais que  assegurem os direitos das crianças e adolescentes ou que estejam envolvidos em parceria com

escolas, universidades públicas ou demais instituições com o objetivo de promover uma política  nacional de transmissão e preservação da Cultura da infância e da adolescência.
Quando em uma ação planejada chegaram mais de  30 policiais de coletes, fortemente armados,  como se tivessem lidando com marginais, tomaram os instrumentos das mãos das criança do Coco de Umbigadinha contra sua vontade, levaram o som do coco e ainda queriam levar Beth de Oxum presa, queriam leva-la a delegacia por manifestar a vontade da comunidade de cantar e dançar o coco de roda. Que policia é essa ?, que Estado é esse ?, e que política cultural estamos construindo
para o nosso país ?, precisamos colocar esse sentimento na rede, para dizer a todos da nossa  dor e da nossa indignação, por sermos um ponto de cultura que promove o pertencimento dessas  crianças com sua cultura, com sua cidadania.
Será que agente ainda esta vivendo uma ditadura militar nesse país, onde a policia arranca  instrumentos musicais de crianças, que junto conosco resgatam sua identidade e cultura afro brasileira e promovem alegria dentro da sua comunidade !!!
Eu sou Kalina Régia, coordenadora de tecnologia das ações desenvolvida pelo Ponto de Cultura Coco de Umbigada, trabalho junto com Beth a inclusão digital dessas crianças. Estou indignada com a postura da policia diante das manifestações populares, que contradição é essa !!!.
Será que retroagimos minha gente a 50 anos atrás, peço força a Beth, a sua família, as crianças, aos  mestres, a comunidade que assistiu a tudo e se mostrou solidária a nossa luta e a cultura popular  desse país para continuar lutando contra esses abusos de poder.
Beijos a todos e a Sambada de Coco Continua !!!

Ouça aqui o áudio ( tb enviado pela Kalina Regia para a lista da Rede Mocambos), da Beth falando na volta da delegacia.

É certo que o Coco de Umbigada não vai acabar porque ele conta com a força daquela comunidade  e com um apoio popular gigante, mas será que ainda temos que viver o tempo em que as as pessoas que brincam as manifestações populares de matriz africana precisam correr da polícia? Que crianças com tambores são abordadas por policiais da mesma forma como são abordados os criminosos? Que a polícia apreende  tambores  como fazia em todos os Xangos de Olinda e Recife no século passado? Será que a autoridade policial não percebe que o trabalho do Coco de Umbigada é inclusive uma parte importantíssima das ações de segurança publica e bem estar da comunidade do Guadalupe?

Recorde de público!

Olá a todos,

Nossas atividades tiveram início no ano de 2001, nesta época, recebíamos uma média de 25 alunos a cada sábado. É bonito e da gosto de ver o quanto evoluímos, e que continuamos caminhando, sempre respeitando o nosso processo natural, com calma e tranqüilidade.

Neste último sábado, dia 07/02, recebemos um público superior a 600 pessoas no Projeto Calo na Mão, cerca de 150 pessoas a mais que o normal, o nosso recorde. Além dos integrantes do Bloco de Pedra, alunos e novos participantes, tivemos o incentivo do Guia da Folha, que divulgou nossas atividades na sexta-feira, promovendo o acesso de novos freqüentadores.

Agradeço a presença de todos vocês, assim como o envolvimento e participação dos que auxiliam e ajudam na organização do trabalho. Todas as pessoas que tiverem interesse em ampliar seu envolvimento com o nosso projeto, sintam-se a vontade para ajudar naquilo que tiverem mais afinidade.

Obrigado a todos e todas,
Guga

Abaixo algumas fotos deste sábado , vejam mais aqui no Flickr do Ernani.


O guia da folha!

Opa! Hoje saíu no guia da folha uma matériazinha sobre o nosso trabalho. Bacana porque o guia da folha é lido por bastante gente aqui em Sampa o que certamente contribui para o nosso trabalho. Por outro lado isso vai levar muitas pessoas pro colégio nesse fim de semana o que vai dar um trabalhão. Bom quem tá na chuva é pra se molhar! Aliás a previsão do tempo diz que existe chance de chover esse sábado, o que nunca nos impediu de se divertir! Pois bem, faça chuva ou faça sol tem batuca este sábado, então sejam todos bem vindos!

Cliquem na imagem para amplia-la.

Arrastão pré carnaval do Quiloa

Opa! Publicando o convite do Quiloa para os integrantes do Bloco de Pedra e demais grupos.

É com todo prazer que reforçamos o convite aos amigos batuqueiros para o  4° arrastão de Maracatu do Quiloa, primeiro grupo de Maracatu de Baque Virado da Baixada Santista que vai fazer tremer o bairro da Aparecida no próximo dia 8 de fevereiro. A concentração é às 16 horas, em frente ao Sesc, na Avenida Conselheiro Ribas, 136.
O grupo foi fundado em 05 de outubro de 2003 e desde o início quem coordena o Quiloa é o músico Felipe Romano que em parceria com os demais integrantes executam e compõem  as loas (canções), além de cantar as toadas das tradicionais Nações de Maracatu como Nação Porto Rico e Estrela Brilhante de Igarassú

Contamos com a presença de todos para fazer parte desta festa !

E o carnaval só está começando….

Pra quem quiser saber mais sobre o Quiloa de uma olhada no blog deles.

About Guardian

All the Lorem Ipsum generators on the Internet tend to repeat predefined an chunks as necessary, making this the first true generator on the Internet. All the Lorem Ipsum generators on the Internet tend to repeat predefined Lorem Ipsum as their default model text, and a search for web sites.